terça-feira, 29 de novembro de 2011

Ilustração com o presidente Lula no estádio em Itaquera

O ex-presidente Lula e Andrés Sanches (presidente do Corinthians) foram incluidos, no estilo "Onde está o Wally?", em uma ilustração do jogo inaugural do estádio do Corinthians em Itaquera. A Odebrecht, responsável pelas obras, foi a que incluiu a foto de Lula e Andrés, que aparece na revista número da empresa.

Ronaldo vai assumir o Comitê da Copa de 2014

O Fenômeno aceitou o convite da CBF e vai repetir os feitos do francês Michel Platini e do alemão Franz Beckenbauer, que comandaram a organização do Mundial em 1998 e 2006.

O ex-camisa 9 se reunirá com o presidente da CBF na quarta para finalizar os detalhes e será anunciado oficialmente na quinta como presidente do Comitê Local da Copa 2014. Informações contam que Ronaldo exigirá autonomia para gerir o órgão.

Segundo o jornal "O Globo" de sábado, a iniciativa de Teixeira se deu por conta das acusações que tem sofrido nos últimos meses.

Na minha opinão, nunca o presidente da CBF deveria acumular a função de presidente do Comitê Local da Copa, essa medida até demorou para ser feita e sem dúvida uma boa escolha.

Fonte: O Globo

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

O impacto econômico da abertura da Copa na cidade de São Paulo

Leio e ouço muitas críticas da construção da Arena Corinthians em Itaquera para Copa-14, muitas críticas com doses "clubisticas", citando sempre que o estádio será construido com dinheiro publico, e questionando qual será o retorno que trará a Arena no bairro da periferia da cidade aos cofres publicos.

Assim, fui atrás de informações para enteder se essas crísticas tem fundamento ou apenas opiniões elitistas e clubistacas. Encotrei estudos feitos pela empresa de consultoria Accenture, e principalmente dados reais que ocorram em outras cidades e países que já sediaram o Mundial da Fifa nos últimos anos.

O impacto da Copa do Mundo e principalmente da Arena Corinthians no bairro de Itaquera, aponta a situação atual da Zona Leste que requer um desenvolvimento rápido e intenso, visando garantir mais oportunidades e uma melhor qualidade de vida para a população da região. Ou seja, o estádio auxiliará no desenvolvimento da região e a Copa agilizará as ações de infraestrutura que sempre foram importante para a povo da zona leste.

É urgente a necessidade de novos investimentos na atividade econômica da região, pois enquanto na "cidade de São Paulo a renda média familiar per capita é de R$ 610, na região de Itaquera ela é de apenas R$ 340". (dados da prefeitura de São Paulo)

Segundo estudo da Accenture, a "operação da Arena irá resultar em uma receita anual prevista superior a R$ 90 milhões de reais". É fato que por influencia do estádio no bairro, será instalados novos empresas, principalmente de serviços, que gerarão novos empregos e assim irá diminir os deslocamentos dos trabalhadores para outras regiões da cidade, desafogando o sistema de transporte coletivo, em benefício de todos os paulistanos.

A cidade de Barcelona, utilizou os Jogos Olímpicos de 1992 para realizar uma grande transformação urbana, que viabilizou o incremento significativo da qualidade de vida na cidade, fato repetido pela França na Copa de 1998, quando construiu seu principal estádio, o Stade de France, na periferia da cidade.

Estranho quando jornalista criticam, sem um profundo estudo, o impacto que um estádio tem para um bairro, e exemplo não faltam mundo a fora, até mesmo no Brasil. Os estádios construídos no passado foram elementos importantes para crescimento da atividade econômica e desenvolvimento imobiliário, caso do estádio do Morumbi e Mineirão para citar alguns.

O estudo da Acceture para abertura da Copa em São Paulo, apontou que 190 mil turistas estrangeiros estarão aqui durante a realização do Mundial, que gastarão em média em estadia o valor de R$ 6.500. Também aponta que a receita na cidade será de R$ 1,7 bilhões, tendo um ganho com impostos de R$ 2,829 bilhões.

Ainda tem um fator principal para o sucesso do novo estádio a pós a Copa do Mundo, é a Arena pertencer ao Corinthians, o clube mais popular da cidade que sempre atrai um grade número de torcedores, que darão ao estádio e a região uma grande rotatividade econômica durante os anos seguintes.

Mais que a Arena, deverão ser construido em Itaquera infraestrutura para atender a demanda para Copa, obras que ficarão como legado para a população, como ampliação e revisão de todo o sistema viário do entorno da Arena, compreendendo: um viadutos interligando a Avenida Itaquera à Avenida Tiquatira, sentido bairro; Viaduto interligando a Avenida Itaquera à Avenida Radial Leste, sentido bairro e centro, o alargamento e recapeamento da Avenida Radial Leste.

Também deverá feito a remodelação da linha ferroviária com novos trens com vagões que apresentam maior conforto aos usuários, inclusive com ar condicionado e que deverão circular com intervalos de apenas quatro minutos, e das operações do Metrô paulista com a diminuição do intervalo entre uma composição e outra para apenas 90 segundos.

Podemos até discurti ao uso do dinheiro público em obras para clubes e diretamente para a Copa do Mundo, mas não se pode negar que a abertura da Copa do Mundo em 2014 e a construção da Arena Corinthians, vai dar um impacto econômico na cidade e principalmente auxiliar a população da Zona Leste de São Paulo.

Fonte: Accenture, Folha, Prefeitura de São Paulo, PricewaterhouseCoopers, revista Veja

terça-feira, 22 de novembro de 2011

São Paulo vai ganhar City Tour oficial em 2012

Finalmente a cidade de São Paulo ganhará um city tur, com 7 ônibus de dois andares circularão pelos pontos turísticos da capital. Esses ônibus estarão disponíveis aos turistas e àqueles que tenham interesse em, sem pressa, conhecer um pouco do outro lado da “capital dos negócios” do Brasil.

Depois de quase dois anos de projeto, o primeiro city tour oficial de São Paulo deve sair do papel no primeiro semestre do próximo ano e será organizado pela SPTuris (São Paulo Turismo). O circuito contará com nove paradas, que incluem os principais e mais famosos pontos da cidade: estação da Luz, mercado municipal, praça da República, estádio do Pacaembu, avenida Paulista, parque do Ibirapuera, Liberdade, Pateo do Collegio e o Teatro Municipal. A SPTuris ainda analisa a inclusão do centro cultural Vergueiro no circuito.

Ao comprar o bilhete, que deverá custar entre R$ 20 e R$ 60, o interessado poderá escolher entre fazer um passeio panorâmico ou descer nas paradas.

Com dois andares, os ônibus que farão o city tour de São Paulo, terão espaço para 46 pessoas na parte superior, e para outros 20 passageiros na parte de baixo. A proposta inicial é de que sejam oferecidas informações sobre as atrações do circuito em três idiomas: português, inglês e espanhol.

Para evitar que os ônibus do circuito entrem em congestionamentos, a SPTuris informa que foram pensadas rotas alternativas.

Já era tempo de uma capital importante como São Paulo ter seu citu tour oficial, como acontece em outra cidades no mundo com Buenos Aires, Barcelona, Paris e New York.

Outras capitais do Brasil como Salvador, Brasília, Porto Alegre e Curitiba já têm disponível o serviço de city tour.

Fonte: Folha

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Video mostra como será o enterno da Arena do Corinthians na Copa do Mundo

Video divulgado pelo Comitê Paulsita da Copa do Mundo, apresenta com será a aérea de fluxo de torcedores nos dias de jogos da Copa.
Eles terão acesso ao estádio por pontos diversos, de acordo com o ingresso que portarem. Será determinado também um perímetro de segurança no entorno da arena, com entrada e saída controlada de torcedores e imprensa.
Centros operacionais são apontados no vídeo, que cita ainda o fato de que a região consolidará, após o Mundial, o Polo Institucional de Itaquera, um complexo de serviços públicos e educação profissionalizante.

Matéria com a primeira partida no estádio Corinthians

Matéria do programa Fantastico, da rede Globo, mostra uma partida com operarios na obra.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Primeiras vigas de apoio para arquibancadas são instaladas

Elas serão posicionadas sobre os blocos da arquibancada inferior do prédio Leste, onde será instalada parte dos assentos principais.
Fonte: Globo.com