quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Arena Corinthians está sendo construida de forma custumizada para o seu torcedor

Quando pisarem no campo, os jogadores estarão 777 metros acima do nível do mar. O número se refere à histórica conquista do Brasileiro de 77 e ao endereço do clube (rua São Jorge, 777).

Esse é um dos detalhes, que esta no projeto da Arena Corinthians, que vai além de detalhes de arquitetura e engenharia: O Corinthians customizou o projeto do estádio incorporando sua história, rivalidade, torcida e superstição.


A customização começa pelos vidros internos, externos e das estruturas da arquibancada, esses vidros não correm risco de esverdear. Do tipo "clear vision ultra-white", virão da Itália. Nem tudo o que foi encomendado será seguido à risca. Alguns anseios esbarram na tecnologia.
Chegou-se a planejar que a grama fosse preta. Porém se descobriu que o tom mais próximo que se alcançaria seria o cinza, e a grama não teria a resistência suficiente para suportar jogos de futebol.

A solução foi encomendar grama de inverno, verde-escura, diferente da de outras arenas, que fica amarelada.

Essa grama necessita que suas raízes sejam constantemente refrigeradas e que sua drenagem seja feita a vácuo. Suas raízes são verticais diferentemente das de outros tipos-- e, por isso, não se enroscam na trava da chuteira, favorecendo o toque de bola.

O perfil aerodinâmico da cobertura refletirá ao interior da arena os ecos dos torcedores, amplificando-os. Para reforçar a máxima da "torcida que tem um time", foram banidas da programação visual homenagens a atletas. As imagens serão da torcida.

Apesar de vir da estação de metrô Artur Alvim, torcedores adversários não poderão ocupar o setor norte, atrás do gol da Radial Leste. Terão que dar a volta e entrar pelo setor sul, os corintianos não querem ver na plataforma frontal cores rivais.

A "customização" não impactou o orçamento. "As parcerias de descontos que o Corinthians fez e as negociações da Odebrecht fizeram [os custos] descer", diz Anibal Coutinho, do escritório Coutinho, Diegues, Cordeiro Arquitetos, responsável pelas obras.

Fonte: Folha S.Paulo


"É incrível chegarmos em apenas 19 minutos". Diz dirigente da FIFA ao chegou em canteiro de obras de trem:


Pela primeira vez nas obras do palco de abertura da Copa do Mundo, o secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, fez elogios ao projeto da Arena Corinthians e ao sistema de transportes da cidade de São Paulo.

Ao lado do ministro do Esporte, Aldo Rebelo, dos integrantes do COL, Bebeto e Ronaldo, do prefeito Gilberto Kassab, e do presidente da CBF, José Maria Marin, o dirigente chegou ao canteiro de obras de trem, que saiu da estação da Luz, região central da capital, até a estação Corinthians-Itaquera, zona leste da cidade pela linha 11 da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

“É incrível, o projeto espantoso e estará entregue em dezembro de 2013. Vimos os projetos de mobilidade urbana na cidade e chegamos aqui em apenas 19 minutos. numa cidade destas, chegarmos do centro até o estádio em apenas 19 minutos, como fizemos. Tudo funcionou à perfeição. É um grande estádio e, como um todo, um projeto impressionante. São Paulo está de parabéns”, disse Valcke.

O ministro do Esporte também ressaltou o rtitmo das obras no local. "Já visitei Itaquera algumas vezes, e é com satisfação que constato uma evolução impressionante rumo à conclusão das obras em dezembro de 2013”, afirmou. Hoje, a Arena Corinthians está 58% concluída.

De acordo com Kassab, as definições em relação às instalações provisórias e temporárias ocorrerão até o dia 30 de abril de 2013. As decisões serão tomadas entre o município e os governos estadual e federal. “Não haverá nenhum problema, é uma questão quase insignificante diante de tudo o que foi feito”, disse.

O craque Ronaldo, lembrou a importância da construção do estádio na região. "A zona leste foi por muitos anos esquecida, pelo poder público, e graças a Copa os investimentos vão melhorar muito o bairro de Itaquera e a zona leste, e se não fosse a Copa do Mundo a gente não saberia quando viria esses investimentos".

A Arena Corinthians, além de receber a abertura do Mundial 2014, também será palco de cinco jogos da competição: nos dias 19, 23 e 27 de junho, pela primeira fase, e nos dias 1º e 9 de julho, pelas oitavas de final e semifinal, respectivamente.

Foto: Globo.com

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Inicia nessa quarta-feira obras viárias ao redor da Arena Corinthians, anuncia o Governo de SP

Hoje, com alguns mês de atrasos, nas obras do estádio do Corinthians em Itaquera, representantes do governo do Estado de São Paulo anuncioram que na próxima quarta-feira as obras viárias na região da arena, na zona leste da capital paulista, serão iniciadas. O projeto é uma parceria do governo com a prefeitura de São Paulo.

Na primeira fase da obras está prevista a construção de uma nova via de ligação Norte-Sul, entre as avenidas Itaquera e José Pinheiro Borges e de seus viadutos. Também serão construídas uma via de ligação entre a avenida Norte-Sul e a Miguel Inácio Cury e outras adequações viárias próximas à estação Corinthians-Itaquera do metrô.

A primeira etapa será feita pelo Consórcio Vizol, vencedor da licitação. As obras devem se estender até abril de 2014, dois meses antes da abertura da Copa.

As obras da Arena Corinthians fecharam agosto com 48,74% de avanço. As arquibancadas inferior e superior leste da arena já estão com todos os degraus assentados. Já as arquibancadas do setor, oeste, sul e norte estão avançando rapidamente, informou o site oficial do clube na semana passada.

Na ocasião a Arena Corinthians recebeu na manhã desta segunda-feira a vistoria semestral da Fifa,  onde ocorreu uma reunião, que também contou com membros dos governos municipal e estadual, foi debatido, entre outros assuntos, o acesso de torcedores, delegações, autoridades e jornalistas ao estádio.

A estação de metrô Corinthians-Itaquera, a mais próxima da Arena, não será fechada nos dias de jogos, mas provavelmente receberá somente passageiros dos trens da CPTM. Quem for ao estádio de metrô terá de usar a Artur Alvim, estação anterior. O intuito é dividir o público para evitar um fluxo muito grande nas catracas, o que ocorreria caso um número muito grande de pessoas desembarcasse no mesmo local.

Haverá passarelas de acesso das estações ao estádio, de no máximo 800 metros. Para isso, será até alongada um pouco o percurso da estação de Itaquera, porque as pessoas precisaram caminhar antes de chegar ao estádio, para que haja fluidez.

Alem disso outra informação que foi passada para imprensa que estava no local, é que nos seis jogos da Copa no estádio, haverá uma interdição no raio de um quilômetro em seu entorno, a partir de onde apenas veículos autorizados poderão passar, casos de jornalistas credenciados e autoridades, por exemplo. As vagas de estacionamento da Arena Corinthians ficarão todas reservadas aos VIPs e caminhões de transmissão. O torcedor terá de parar seu carro em locais alternativos. Um deles será o Shopping Metrô Itaquera, que já fez um acordo para abrigar 600 vagas direcionadas às partidas.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Liberada obras nos arredores do Arena Corinthians em Itaquera

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, finalmente o pacote de obras viárias nos arredores da Arena Corinthians, vai começar a sair do papel. As obras devem ser iniciados nas próximas semanas pelo consórcio Vizol, formado por OAS e S/A Paulista, que venceu a licitação.

O custo das obras foi orçado em R$ 257,7 milhões. A justiça tinha suspendido a obra que havia sido conseguida há um mês, por empresas integrantes do consórcio que ficou em segundo lugar na licitação. As empresas alegavam que o vencedor praticava preços abaixo do valor de mercado. A Dersa, responsável pelas obras, afirma que a diferença de preço entre o primeiro e o segundo colocado foi de 0,6%.

De acordo com o projeto, serão construídas novas alças de ligação entre as Avenidas Jacu-Pêssego e José Pinheiro Borges, a extensão da Radial Leste. Serão criadas duas avenidas; uma de ligação norte-sul, entre as Avenidas Itaquera e José Pinheiro Borges, e outra que fará a articulação com a Avenida Miguel Ignácio Curi. O projeto inclui a construção ainda de quatro viadutos.

As obras são parte do projeto do polo institucional de Itaquera, que prevê a construção de vários órgãos públicos região. O presidente da Dersa, Laurence Lourenço, garante que os novos acessos serão feitos em áreas que já são da Prefeitura e que não haverá necessidades de desapropriações na região.

O polo de Itaquera prevê, a Faculdade Técnica (Fatec) já em obras em andamento , uma Escola Técnica (Etec), uma unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), uma base da Polícia Militar e um fórum.

Há previsão de construção de várias melhorias viárias na zona leste. A Prefeitura pretende construir corredores de ônibus na Radial Leste, na Avenida Aricanduva e em Itaquera.
Além disso, também foi anunciada a construção de uma Rodoviária em Itaquera. O espaço deverá servir pessoas que vêm do litoral norte, Vale do Paraíba e Belo Horizonte. As informações são do Fonte: Artur Rodrigues jornal O Estado de S. Paulo

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Imagens da Obra - Agosto 2012

A construtora da Arena Corinthians, informou que a obra já está com quase 50% das obras concluídas. Confira Algumas fotos da obra.


Imagem: Odebrecht

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Timão apresenta o que diz ser "a melhor iluminação do mundo"

O Corinthians apresentou na tarde desta quinta-feira ( 2/8/2012) o que diz ser a melhor iluminação do mundo para a Arena Corinthians. Em vez de lâmpadas, serão utilizados LEDs no entorno de toda a estrutura que cobre parte do estádio. Isso formará uma fonte de iluminação de 5 mil lux (unidade de medida para a iluminação de um ambiente). O GP de Fórmula 1 de Singapura, que chama a atenção por ser realizado de madrugada, por exemplo, gera "apenas" 3 mil. A empresa Osram será a responsável pelo projeto.

Com essa iluminação, a Arena reunirá as melhores condições possível para as transmissões de jogos pela TV para o sistema HDTV 3D, segundo o arquiteto responsável pela obra, Anibal Coutinho.
Além disso, o que ficará como marca registrada na nova Arena é a instalação de um painel de luminárias de LED na fachada, com 170 m de comprimento e 20 m de altura, para mostrar principalmente imagens da torcida durante as partidas na parte externa.
Segundo Sérgio Costa, gerente da Osram, e Anibal Coutinho, arquiteto responsável pela obra da Arena, o intuito não é destacar o patrocinador, e sim os torcedores do Corinthians.

quarta-feira, 11 de julho de 2012

BNDES aprova financiamento de R$ 400 mi para a Arena Corinthians

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou, nesta quarta-feira, o financiamento no valor de R$ 400 milhões para a construção da Arena Corinthians, que será palco da abertura da Copa do Mundo de 2014. A previsão é que o custo total do estádio seja de R$ 820 milhões.

A obra que até agora tem 42% concluídas na Arena Corinthians.

A Arena Corinthians é a nona operação aprovada pelo programa BNDES ProCopa Arenas, instituído pelo Banco para financiar a construção ou reforma dos estádios sedes do Mundial de 2014.

Corinthians conquista a Libertadores da América




segunda-feira, 2 de julho de 2012

Corinthians colocará o maior painel de LED de alta definição já instalado no país para jogo nessa quarta-feira

Para o último jogo da Copa Libertadores da Américal, o Corinthians colocará o maior painel de LED de alta definição já instalado no país na Arena Anhembi.

O Telão de alta definição de 16m x 9m, será colocado no local, que está sendo chamando de "Arena Brahma Corinthians", para que o corintiano possa acompanhar a partida com a melhor qualidade possível e serão cobrados ingressos a R$ 20, segundo a assessoria do clube.


Nas bilheterias, as vendas acontecem domingo, segunda e terça-feira, das 11h às 17h, no Portão 22 do estádio do Pacaembu e no Parque São Jorge. Pela internet, a opção de compra é pelo site http://www.zetks.com/. No dia da final, os bilhetes serão negociados apenas no Parque Anhembi.

A área corresponde a uma parte do sambódromo onde as escolas se concentram antes dos desfiles de carnaval.

É a oportunidade para aqueles que não estarão no Pacaembu, torcer para o Timão nessa final... E Vai Corinhtians!!!

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Governo do Estado anuncia inicio das obras no entorno da Arena Corinthians nos próximos dias

O investimento de cerca de R$ 500 milhões em melhorias de mobilidade na região leste de São Paulo parace que vai começar sair do papel. O secretário do governo do Estado de São Paulo disse na manhã desta sexta-feira, durante o 4°Fórum das Cidades Sede da Copa do Mundo de 2014, que as obras no entorno da Arena Corinthians começarão nos próximos dias.

Estão inclusos no orçamento duas novas avenidas, túneis, o prolongamento da avenida Radial Leste, a construção de novas saídas da estação Itaquera do metrô e do trem, além de viadutos para descongestionar o trânsito na região. Segundo o secretário, "são melhorias necessárias e que trarão inúmeros benefícios a zona leste de São Paulo".

Vamos aguardar quando realmente será inicada as obras e conferir se tudo ficará pronto antes do inicio da Copa.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Arena Corinthians terá telão gigante de

O Corimthians fechou acordo da instalação de um telão de nada menos que 3.400m² (170m x 20m) para o estádio que constrói em Itaquera. O acordo para o painel, que ficará na fachada leste, é com a mesma empresa (Osram) que fornecerá o equipamento de iluminação da Arena Corinthians. A mesma empresa deverá fornecer o placar eletrônico. Na imagem divulgada pelo clube, há nele uma provocação ao São Paulo, com o placar de 2 a 0 para Timão. Segundo os idealizadores, de perto será possível apenas ver um vidro e nada mais. Mas de longe haverá a projeção de diversas imagens ligadas ao clube. Também haverà alguns telões na área externa do estádio, mas esses serão colocados após a Copa do Mundo de 2014. O valor desse grande acordo com a Osram não foi divulgado, mas a empresa será a principal parceira do Corinthians na iluminação do palco da abertura da Copa do Mundo de 2014. O estádio estará pronto em dezembro de 2013 e o jogo de estreia do Mundial será no dia 12 de junho de 2014, com a Seleção Brasileira em campo. A obra da Arena Corinthians completa um ano na próxima quarta-feira. Segundo a construtora responsável, o projeto chegará ao fim deste mês 38% concluído. E a meta até o final deste ano é atingir 60%.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Ministro visita o futuro estádio do Corinthians, elogia a obra e as melhorias em Itaquera

As obras de construção da futura arena Corinthians mantêm um bom ritmo, o que abre até mesmo a possibilidade do estádio ficar pronto um pouco antes do prazo inicialmente estipulado para dezembro de 2013. Isso será possível ser o andamento atual for mantido e, também, se o número de trabalhadores, atualmente em 1,8 mil, for mesmo aumentado para 2,5 mil, como planeja a Odebrecht, construtora responsável pelo equipamento. Atualmente, 35% dos trabalhos já estão realizados, a previsão é de que chegue a 38% até o fim de maio e a 60% ao final do ano. Nesta semana o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, visitou o estádio e se disse satisfeito com o que viu e também com as informações recebidas de engenheiros da empresa e representantes da Prefeitura de São Paulo e do governo estadual. “Houve uma evolução visível desde a última vez em que estive aqui, quando estava apenas no processo de estaqueamento. Agora há uma arquibancada, um prédio em construção”, afirmou. Ele ainda destacou o fato de o bairro de Itaquera já estar sendo beneficiado com a movimentação gerada pela arena. "As ações da prefeitura e do governo estadual no estádio já mudaram o panorama na região, que tem o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) mais baixo da capital. Mas a presença do estádio e outras ações no entorno já estão alterando esse perfil", disse Aldo. Fonte: ESPN Brasil

segunda-feira, 14 de maio de 2012

A Copa começa aqui: Arena Corinthians com 35% das obras concluídas

O futuro estádio do Corinthians mantém o ritmo das obras mesmo com a aproximação do inverno paulistano e também do mau tempo, que inevitavelmente atrapalham a realização dos trabalhos. Com uma arquibancada já pronta, a Arena Corinthians continua crescendo e ganhando forma para ser, também, a sede paulista da Copa do Mundo de 2014 e receber a abertura da competição.
O estádio alvinegro está sendo construído próximo à estação Corinthians-Itaquera da linha 3-Vermelha do Metrô de São Paulo, que possui a maior, melhor e mais moderna rede de Metrô do Brasil.








O estádio corintiano está sendo erguido sobre um terreno de 198 mil m², sendo que a área construída será de 189 mil m².


Nova imagem da Arena Corinthians. 35% das obras já contruídas







Foto: Odebrecht

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Nova imagem das obras do Futuro estádio da abertura da Copa de 2014 - abril 2012

Obras no bairro de Itaquera para Copa, ainda não saíram do papel

Chegamos ao mês de abril de 2012, e a pouco mais de dois anos da abertura da Copa do Mundo em São Paulo, das 32 obras previstas pela prefeitura e pelo governo do Estado para a região de Itaquera, apenas 5 foram iniciadas.

Isso sem considerar a obra do estádio do Corinthians, que possui um pouco mais de 30% de andamento das obras, pois a arena não recebe investimento da administração pública, apenas renúncia fiscal. Pelo cronograma do poder público, 16 obras viárias e de drenagem devem ser entregues apenas em 2013.
Os projetos onde as obras estão em andamento na região são a construção de um parque linear, de uma Fatec e canalização do córrego Rio Verde.
Mas o que vemos é muito pouco para o local onde será realizado a abertura do principal evento de futebol do mundo.
Um fato é que com a proximidade das eleição municipais, como sempre no Brasil, tudo será deixado para depois das eleições, o que poderá atrasar ainda mais o cronograma e talvez superfaturar as obras, para que elas possam ser entregue as vesteras do inicio do Mundial da FIFA.
A Prefeitura e Estado negam haver atrasos. A prefeitura e o governo do Estado afirmaram que as obras em Itaquera não estão atrasadas e seguem um cronograma, que será concluído antes do início da Copa de 2014.
A administração municipal, que fará 16 intervenções na Nova Radial, promete entregar as obras em 2013. Os outros projetos, como a rodoviária e um corredor de ônibus na Radial Leste, ficarão prontos em até dois anos.
Mas novamente a falta de planejamento e organização, comum na nossa cidade, e porque não dizer em nosso país, esquece que existe nessas intervensões um trabalho mais delicado e dificíl de se fazer em pouco tempo. É o caso do Parque Linear, com extensão total do projeto é de 4km, que para ser realizado é necessario a retirada de uma comunidade, a Favela da Paz, que hoje é ocupada ilegalmente por uma população que está em uma área de risco próximas ao córrego local.
O governo do Estado, responsável por cinco obras viárias em frente a Arena Corinthians, informou que os projetos básicos foram concluídos e a licitação está em andamento sob responsabilidade da Dersa. O início dessas obras está previsto para junho, com conclusão no início de 2014.
A Fatec está em fase final de construção, com término previsto para junho de 2012. Já os equipamentos de um polo sob responsabilidade do Estado, que são uma base da PM e um fórum judiciário, não têm data de início das obras definida.

terça-feira, 10 de abril de 2012

Arena Corinthians terá campo subterrâneo, teto igual ao de Wembley e o dobro da altura do Maracanã

O arquiteto que projetou a Arena Corinthians está muito animado com a obra, e deu mais detalhes de como será o futuro estádio da abertur da Copa do Mundo em 2014.

O estádio terá ar condicionado nos 70 mil metros quadrados de área construída, incluindo os banheiros. Outro grande detalhe da arena é que após a Copa de 2014, os jogadores farão aquecimento em um campo de grama sintética (1/3 do tamanho oficial) e os ocupantes de 500 assentos VIP poderão assistir ao trabalho físico, descendo por um elevador até o subsolo.

A arena, que terá uma cobertura leve a 52 metros de altura em relação ao gramado (como em Wembley, em Londres), consumirá muita energia. Mas o criador da obra diz ter tomado todos os cuidados ambientais. “Teremos a mesma altura do estádio de Wembley, em Londres”, explica, entre sorrisos, o arquiteto carioca que pilota o escritório Coutinho Diegues Cordeiro.

“O estádio é sustentável. A arena vai captar energia solar por membrana fotovoltaica de dois milímetros”, explica Coutinho.

Essas placas serão instaladas na cobertura pelos lados leste e oeste, pelas laterais do gramado.

Para suportar a alta demanda energética, o prédio será equipado também com estrutura para uso de energia a gás e eólica (ventos).

A Arena Corinthians, segundo Coutinho, terá outros marcos de modernidade: a iluminação contratada será de 4 mil lux, o dobro daquilo que se viu na Copa do Mundo da África do Sul. “Teremos luz diurna mesmo em jogos realizados à noite”, anima-se o arquiteto.

Mas o impacto maior poderá ser notado mesmo à distância: o pé direito da obra empinará a construção com imponência jamais vista na Zona Leste de São Paulo.

Arena Corinthians x Maracanã
“A Arena Corinthians terá o dobro da altura do Maracanã”, calcula. Outra diferença entre o que está sendo construído em Itaquera e a obra do Maracanã é a curvatura das arquibancadas. No Rio de Janeiro, há uma curva que distancia os torcedores um pouco mais do gramado. “Em Itaquera os torcedores ficarão em posição mais vertical”, explica o arquiteto.

Fonte: Jornal Novo Tempo

quarta-feira, 21 de março de 2012

Para evitar erros do Brasil, Russia antecipa suas ações para Copa 2018


No último dia 20 de março, a Rússia apresentou sua estratégia para a organização da Copa do Mundo de 2018, na oportunidade a Fifa criticou os atrasos e problemas nos preparativos para o Mundial do Brasil, em 2014.

O diretor de marketing da Fifa, Thierry Weil, elogiou a criatividade e o compromisso da Rússia para organizar a Copa de 2018 e desta forma irá evitar os atrasos do Brasil.

"A Rússia está utilizando o tempo de maneira apropriada e demonstrou que a Fifa acertou ao lhe conceder a Copa antecipadamente. Isso permitirá evitar certos atrasos que temos agora no Brasil e que tivemos anteriormente na África do Sul, já que a Rússia tem mais tempo para se preparar que o Brasil, que está tendo 3 ou 4 anos", disse Weil.

A declaração do funcionário da Fifa foi feita em entrevista coletiva ao lado do ministro de Esportes russo, Vitali Mutko, que apresentou a estratégia do país para a competição.

A Rússia observou e também foi orientada pela Fifa, dos erros de planejamento estrategico que o Brasil teve, e ainda está tendo, para realizar o Mundial. O Brasil foi escolhido como sede da Copa 2014 em 30 de outubro de 2007, e somente em maio de 2009 foram escolhidas as cidades sedes, e a pouco mais de 1 ano os estádios começaram a serem construidos, e muito pouco da infraestruturas das cidades foram realizadas.

O ministro da Rússia afirmou teve pouco tempo para festejar a escolha do país para a sede da Copa de 2018, pois os preparativos para organização da competição já começaram e o tempo passa muito rapidamente.

"Observamos os problemas que os outros países enfrentam para realizar grandes torneios. Tomamos todas as medidas para impulsionar os preparativos da Copa já no primeiro ano", comentou Mutko.

Em setembro, a Rússia anunciará as onze cidades e doze estádios onde serão disputados os jogos. Está previsto que a final e uma semifinal ocorrerão no estádio olímpico Luzhniki, em Moscou. Já a outra semifinal será disputada num estádio em São Petersburgo, que ainda está em construção.

"Os russos querem que o Mundial melhore suas vidas e também a imagem do país", assegurou Alexei Sorokin, diretor-geral do comitê organizador.

A Copa das Confederações, que é disputada por seis seleções campeãs de seus continentes, ocorrerá em 2017 em Moscou, São Petersburgo, Sochi e Kazan.

Mutko também prometeu que o Parlamento russo aprovará ainda neste ano todas as garantias jurídicas exigidas pela Fifa, incluindo a propaganda de cerveja nos estádios, medida que só valerá durante a Copa, já que é proibida por lei no país.

"Queremos que o trabalho do comitê organizador seja transparente e acessível para torcedores e jornalistas e tentaremos informar cada um de nossos passos", assegurou o ministro.

O diretor de marketing da Fifa afirmou que os preparativos estão adiantados e manifestou sua esperança de que não se repitam no país os erros cometidos pela organização brasileira.

"Estamos convencidos que em 2018 o mundo aplaudirá a Rússia por organizar uma Copa fantástica. Como diretor de marketing da Fifa posso assegurar que as perspectivas são muito boas", garantiu.

No entanto, um dos problemas que o país enfrentará para a organização do torneio não é um ponto referente à organização, mas uma questão social: o racismo.

Vários casos de preconceito ocorreram no Campeonato Russo recentemente, um deles envolvendo o lateral Roberto Carlos. Numa partida de seu time, o Anzhi, um torcedor arremessou uma casca de banana em direção ao brasileiro.

"Outros países também têm problemas de racismo. A Rússia não é uma exceção. Mas somos um país aberto, 53% dos jogadores que atuam aqui são estrangeiros", destacou Mutko.

Por sua parte, Weil afirmou que este não é um problema apenas da Rússia e é preciso educar os torcedores de todo o mundo".

Fonte: EFE

segunda-feira, 19 de março de 2012

A indignação da elite paulista no desenvolvimento da Zona Leste

Ouço sempre piadas, criticas e brincadeiras preconceituosas em relação a zona leste de São Paulo, e isso só cresceu devido a exposição da construção do estádio do Corinthians em Itaquera.

É curioso sempre ouvir o estranhamento irônico de gente conhecida, em saber que na zona leste há o consumo de cultura de qualidade, que pessoas lêem livros, são fãs de Chico Buarque e que compram as revistas Veja e Piauí nas bancas.

É no minimo curioso, pois essas mesmas pessoas que se colocam "superiores" aos habitantes de Itaquera, tenham pensamentos tão primarios, já que são pessoas que se julgão mais intelectualizadas que os humildes da zona leste. Para essas pessoas, os trabalhadores da zona leste são todos "pobres", "analfabetos", "sem cultura", "sujos" e "mal educados"... assim como vêem os corintianos, que propaga, mesmo de brincadeira, que são "bandidos", "ladrões" e "preguiçosos".

Hoje li que a sub-prefeita da Lapa, Soninha Francine, criticou a construção do estádio em Itaquera em defesa do estadio do Morumbi. O mais curioso de seu comentário, segundo ela, é o fato que a saída do estádio saopaulino como sede da Copa de 2014, acabou prejudicando o desenvolvimento do bairro onde se localiza o estádio Cicero Pompeio de Toledo, acrentando que ali têm vários problemas urbanisticos.

Algum desavisado que ouvir a Soninha falar, pensa que ela está falando de um bairro como Itaquera, onde por decadas o poder público fechou os olhos e nunca fez obras que realmente desenvolvesse a região e agregasse uma qualidade de vida para os moradores. Mas esse bairro que a sub-prefeita se refere, é o bairro do Morumbi, um dos mais elitizados e desenvolvidos bairros da capital paulista.

Isso só ilustra o pensamento elitista da população paulistana, que consideraria normal qualquer investimento público ou privado no Morumbi e Jardim Leonor, na zona sul, mas se indigna e se agita em faniquitos quando percebe que os outsiders da Leste também têm direitos.

Ou seja, a mesma isenção fiscal, que na verdade é investimento, que serve historicamente, a indústrias de todos os tipos que muda a cara de muitas cidades brasileiras. Não pode ser dada ao clube de "maloqueiros" para uma região de pessoas "sem cultura". É essa elite que finge hoje, não saber que a Copa trará R$ 172 bilhões em investimentos diretos para o país.

Assim fica os comentaristas hipócritas, escandalizados porque a abertura do maior espetáculo da Terra será na casa dos “pretos”, dos “carcamanos”, dos “anarcas”, dos “suados”, dos “carroceiros”, dos “migrantes e imigrantes”, dos “mestiços de toda cor e sabor”.
Que se acha um cidadão exemplar, mas se rói de ciúmes, todos os dias, doido porque a empregada comprou um carro, porque o filho do porteiro vai fazer faculdade, porque tanta gente de mão calejada agora compra carne de primeira no hipermercado da madame.
Por trás da indignação seletiva de boa parte dos críticos e, mais flagrantemente, dos deboches claramente elitistas ouvidos nos escritórios, nas agências de publicidade, redações de jornal ou nas esquinas da cidade, parece existir certa repulsa diante de um avanço histórico de um movimento popular (não necessariamente no sentido político ou ideológico do termo). A construção do estádio de Itaquera causa uma náusea cujas raízes devem ser procuradas no nível do imaginário do futebol, mas principalmente na sociedade brasileira.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Corinthians pode fechar o mesmo patrocinador para naming rights da arena e camisa

Existe a posssibilidade de Corinthians fechar um acordo de patrocinador que além de estampar o nome na camisa, também ter seu nome no estádio em Itaquera. O clube está negociando com algumas empresas para vender o direito de nomear o local. Sem revelar quais são, o vice-presidente Luis Paulo Rosenberg disse, durante no lançamento do livro do pentacampeoato nacional, que está conversando com dez interessados.

Falou também do patrocínio de camisa para o Timão. Com o contrato com a Hypermarcas perto de chegar ao fim, vence em abril, o marketing do clube já trabalha para não deixar de arrecadar.

Rosenberg deixa claro que trata-se de uma empresa de bens de consumo.

"Não temos pressa de firmar acordo com ninguém. Estamos conversando com empresas de grande apelo popular, diretamente ligada ao consumidor e que precisa de exposição continuada. São contratos longos, de 15 ou 20 anos: afirmou Rosenberg, sobre o naming rights da Arena Corinthians.

"As conversas são com empresas do setor financeiro e de seguros, telecomunicações e celulares, automóveis, empresas mais voltadas para o setor de consumo. Tem também algumas que estão tentando entrar no Brasil e que precisam criar um diferencial" concluiu.

De acordo com o vice-presidente, as negociações ainda não chegaram ao patamar de valores a serem discutidos. Segundo ele, primeiro será definido qual segmento ganhará o direito de nomear a Arena Corinthians para depois entrar no mérito de quanto o clube ganhará.

Com o fim do acordo com a Hypermarcas em abril, o Timão já negocia para ter uma nova parceria que estampa a camisa do time. Rosenberg disse estar conversando com outras e acredita que receberá um valor muito maior do que o anterior.

Imagens da obra do Estadio Corinthians - Março de 2012






Fonte: Folha S.Paulo

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Imagens - Lajes pré-moldadas

Começa a instalaçnao de lajes pré-moldadas que servirão de base para os pisos de parte do prédio oeste na construção da arena, no bairro de Itaquera. Os dois pavimentos, que agora começam a ser montados, serão utilizados em parte como estacionamentos cobertos, que terão 929 vagas.




Fotos: Divulgação